5 medidas para garantir a segurança de dados em viagens corporativas

128

Written by:

Com um desenvolvimento da sociedade e das tecnologias cada vez mais avançado, além do aumento cada vez maior do número de dados vazados, a preocupação com a segurança da informação está aumentando. Muitos dos viajantes a negócios na atualidade temem pela proteção dos seus dados. As empresas estão aumentando os seus investimentos nessa frente e sabem que quanto maior a proteção, melhor está garantida a integridade da companhia. 

Ter cuidado com conexões públicas de internet, aplicar uma criptografia, utilizar VPN, manter o antivírus atualizado, usar cartões de crédito virtuais, capacitar os colaboradores sobre segurança corporativa e manter-se atento aos diversos tipos de golpes. Essas são algumas das maneiras de se resguardar e evitar qualquer problema.

Colocamos abaixo essas medidas para garantir a segurança dos seus dados em viagens corporativas:

EVITAR SE CONECTAR EM REDES PÚBLICAS DE INTERNET

Mulher digitando no celular

Quando se faz uma viagem corporativa, a qualquer momento pode ser necessário uma resolução remota de assuntos relativos ao trabalho. E nessas horas muitas vezes o que pode salvar é o wi-fi liberado do aeroporto, certo?

Nem sempre. Muitos hackers e pessoas mal-intencionadas se aproveitam dessas redes onde muitas vezes a segurança é falha para se aproveitar e roubar os dados e praticar invasões de sistema. É preciso muito cuidado ao utilizar tais sistemas.

O melhor a fazer seria realmente evitar o uso de redes públicas em aeroportos, contudo, isso nem sempre é possível. Caso os colaboradores precisem realmente conectar-se a essas redes, recomenda-se o uso de VPN. Esses softwares protegem os dispositivos através da criptografia na web, dando uma segurança maior para os smartphones. Desativar Bluetooth, GPS além de qualquer tipo de compartilhamento de arquivos e conexões automáticas, são de essencial importância ao se conectar em aeroportos de wi-fi público.

MANTENHA O ANTIVÍRUS ATUALIZADO

Mãos digitando no teclado. Segurança Virtual

Ter os aparelhos protegidos contra vírus e malwares também é de suma importância. E recomendar aos profissionais que não conectem ou cancele a conexão ao perceberem riscos na rede. Caso o app detecte algum componente malicioso, a recomendação de especialistas é excluir o vírus e alterar todas as senhas, aumentando o seu nível de dificuldade. Por precaução, também é prudente verificar no sistema da empresa se existem ações mal-intencionadas e deletar todas as ameaças.

ESTEJA ATENTO AOS GOLPES (VIRTUAIS OU NÃO)

Homem mandando mensagem na tela do celular

Você já ouviu falar em Engenharia Social? É uma das (muitas) formas que hackers e cibercriminosos encontraram para tentar nos enganar. Nessa técnica, o criminoso faz de tudo para ganhar a sua confiança e mandar um arquivo com vírus, extorquir dinheiro, ou até coletar informações do nosso negócio para preparar outro ataque – como fingir trabalhar no mesmo local que você ou fingir ser um dos nossos fornecedores, clientes, amigos, etc.

Nos ataques de engenharia social, normalmente, o atacante se faz passar por outra pessoa e utiliza meios, como uma ligação telefônica ou e-mail, para persuadir o usuário a fornecer informações ou realizar determinadas ações. Exemplos destas ações são: executar um programa, acessar uma página falsa do portal da companhia ou operadora através de um link em um e-mail (phishing) ou em uma página, etc.

Em casos de engenharia social o bom senso é essencial. Fique atento para qualquer abordagem, seja via telefone, seja através de um e-mail, onde uma pessoa (em muitos casos falando em nome de uma instituição) solicita informações (principalmente confidenciais) a seu respeito. 

Procure não fornecer muita informação e não forneça, sob hipótese alguma, informações sensíveis, como senhas ou números de cartões de crédito.

Nestes casos e nos casos em que receber mensagens, procurando lhe induzir a executar programas ou clicar em um link contido em um e-mail ou página Web, é extremamente importante que você, antes de realizar qualquer ação, procure identificar e entrar em contato com a instituição envolvida, para certificar-se sobre o caso.

Viajantes, especialmente aqueles que viajam a negócios, vêm para hotéis com informações confidenciais de trabalho em mãos, bem como dados pessoais, como carteiras de motorista, passaportes e mais. As companhias de hospitalidade devem entender as consequências de uma possível violação de dados e reavaliar seus protocolos de segurança e treinamento para garantir que possam manter a confiança do consumidor, protegendo todos os seus dados.

FAÇA CAPACITAÇÕES NA SUA EMPRESA SOBRE SEGURANÇA CORPORATIVA

pessoas na mesa de reunião

Essa medida é mais direcionada para os gestores, mas também fica a proposição para quem for colaborador dar a sugestão para os líderes. As capacitações são de importância fundamental numa empresa que deseja ter seus dados mais protegidos em viagens corporativas. 

Pesquisas feitas pelo instituto Observe IT, nos EUA, indicam que quase metade dos entrevistados (49%), desconhecem normas de segurança cibernética gerais e tampouco sabem se as suas empresas obedecem a alguns desses parâmetros. 

Cursos com especialistas na área e treinamentos virtuais são algumas das possibilidades para quem deseja capacitar os seus colaboradores nesse sentido. Nós oferecemos esse serviço e podemos ajudar a sua empresa com essa demanda. O investimento nisso dará uma maior tranquilidade e poderá evitar futuros problemas de segurança de dados que possam aparecer.

PROMOVER O USO DE CARTÕES DE CRÉDITO VIRTUAIS

Mão clicando no smartphone

Cartões de crédito virtuais têm uma segurança aprimorada e uma maior garantia de que os dados dos colaboradores estarão mais bem resguardados numa viagem corporativa. Além disso, possuem a vantagem de ter um controle e disponibilidade melhor do que um cartão corporativo tradicional. 

O uso do cartão digital é gerido através de uma identificação exclusiva e centralizada, que além de facilitar o rastreamento por parte dos gestores, evita potenciais usos indevidos e abusivos do cartão. Essa ID única também é mais segura contra a prática de fraude, dando assim uma segurança maior para colaboradores e gestores. 

A sistemática de funcionamento é simples, um número de 16 dígitos + código de segurança + data de vencimento é passado para a empresa áerea, locadora automotiva e o hotel em que o cliente ficará. O cartão só terá utilidade para aquele valor exato pré-determinado, tornando o processo mais confiável e eficaz.

Quer fazer a viagem corporativa da sua empresa com toda a segurança de dados necessária, incluindo uma capacitação de gestores e colaboradores para essa questão?

Conte com especialistas da Casablanca Turismo para isso. Ligue para a gente ou fale com nossos agentes e encontre as melhores maneiras de fazer suas viagens com tranquilidade e sem sustos.

 

 

Last modified: julho 5, 2019

Comments are closed.