4 dicas para fazer um bom programa de hotéis

86

Written by:

O planejamento de viagens corporativas também envolve criar um programa de hoteis que esteja alinhado com as políticas de viagens da empresa, sempre avaliando a relação entre custo e benefício. É importante balancear quais redes hoteleiras oferecem os maiores benefícios para sua empresa, mas que também agradem aos viajantes.

Uma coisa que pode surpreender os gestores de viagens corporativas é que o tamanho total do programa de viagens da empresa (número de viajantes) não importa muito na hora de negociar descontos. Em vez disso, o que importa é o número de noites hospedadas que pode ser oferecido a um hotel. E contar com o poder de negociação da sua TMC pode garantir um desconto ainda mais atrativo.

Abaixo, levantamos alguns pontos que as companhias devem seguir para criar seus programas de hotéis e maximizar sua economia. Confira:

1 – Busque hotéis que garantam uma infraestrutura de qualidade

O ideal é buscar redes hoteleiras que priorizem suas localizações próximas aos centros comerciais. Além disso, os hotéis devem estar em uma região que ofereça segurança aos viajantes. 

Leve em consideração também se próximo a esses hotéis existem meios de transporte que possam auxiliar no deslocamento de quem estiver hospedado. Para evitar o pagamento de táxi todos os dias, é possível que seu funcionário pegue um metrô? Consultar se o hotel garante essa facilidade pode ser uma boa ideia antes de negociar pacotes de reservas.

Outro ponto decisivo é a qualidade das instalações. O conforto dos seus funcionários deve ser um fator importante nesse processo de escolha e negociação. Como os viajantes levam seus equipamentos para trabalhar remotamente, certifique-se também de que o hotel escolhido ofereça um cofre para guardar tais objetos.

2 – Facilidades para viajantes corporativos

É possível que seus funcionários precisem chegar um pouco mais cedo ou sair um pouco mais tarde que os horários estipulados de check-in e check-out do hotel. A recomendação é tentar negociar esse prazo com antecedência ou até mesmo na hora de fechar o pacote de hospedagem, para não pagar multas ou, no pior dos casos, uma diária a mais. 

Outro ponto a ser verificado é a taxa de cancelamento. Se você negociar uma maior flexibilidade por parte do hotel, é bem capaz de tirar o pagamento dessa taxa dos gastos – contanto que a empresa garanta que o número de noites hospedadas pelo período determinado no acordo seja cumprido.

Outra facilidade a ser negociada é a condição de uso da internet. Dê preferência a hotéis que podem oferecer esse serviço gratuitamente e sem limite de banda ou de equipamentos conectados.

3 – Cobertura dos descontos negociados

Busque um desconto, em comparação com o mercado, os descontos aumentam quando a sua empresa consegue oferecer um bom volume de hospedagens ao hotel. O tipo de taxa de redução negociada pode ser dinâmica, variando em cada caso, ou fixa. E cubra quantas reservas for possível com esses descontos! 

Para conseguir esse abatimento no valor total, centralize a compra em poucos hotéis por cidade, pois se o fluxo é muito pulverizado, o hotel não vê vantagem em negociar. Direcionar o movimento de viajantes para poucas opções de hospedagens facilita o trabalho do gestor de viagens, do funcionário e da empresa. Ao diminuir as opções as pessoas têm menos dúvidas sobre as escolhas, o gestor tem como monitorar melhor o cumprimento das políticas, o desconto oferecido pelo fornecedor fica mais agressivo e com isso a empresa economiza

Não espere para obter as melhores negociações apenas uma vez por semestre, em reunião com a rede hoteleira. Monitore regularmente o desempenho do hotel, e se ele não estiver tendo resultados como esperado, entre em contato para corrigir o problema ou removê-lo do seu programa de hotéis. Essa mudança pode fazer a diferença no seu orçamento.

Por fim, se não realmente não houver a possibilidade de obter um desconto especial em determinada hospedagem, considere pesquisar em um segundo grupo de hotéis para mover as reservas e garantir a melhor taxa de desconto com eles.

4 – Conte com o poder de negociação da sua TMC

Se sua empresa ainda não tem uma agência de turismo como parceira, chegou a hora de repensar nessa possibilidade. A parceria com uma TMC (Travel Management Company) traz uma significativa redução nos gastos da empresa com viagens corporativas, e o programa de hotéis é um dos principais pontos de economia. 

A negociação e o contato com esses fornecedores é papel da TMC, e seu poder de barganha é muito maior por ter uma carta de clientes grandes – oferecendo, assim, vantagens para as redes hoteleiras que a empresa por si só não teria como oferecer. Logo, pelo volume de contratos, a TMC acaba conseguindo os precinhos ainda mais em conta que agradam a todos.

 

Criar um programa de hotéis pode ser essencial para sua empresa. Para auxiliar na escolha e negociação dessa facilidade, procure a gente! Teremos a maior disponibilidade em atendê-lo para gerenciar e simplificar da melhor maneira a viagem de negócios da sua empresa.

Conte com especialistas da Casablanca Turismo para realizar todas as atividades necessárias que competem à sua viagem corporativa. Ligue para a gente ou fale com nossos agentes.

Last modified: agosto 22, 2019

Comments are closed.