Como lidar com a variação de câmbio em viagens corporativas?

47

Written by:

Ao planejar uma viagem corporativa, é preciso lidar com muitas variáveis. Além das estratégias de negócios e da experiência proporcionada ao colaborador, é necessário considerar também o câmbio.

Os impactos das diferenças nos câmbios de moedas no planejamento de viagens corporativas são diversos e vão desde o planejamento da cota diária que cada colaborador poderá gastar no país de destino até o preço das passagens aéreas internacionais, que pode sofrer reajustes em função da moeda, dependendo da origem das companhias aéreas e da demanda. 

Acompanhar de perto as variações cambiais, planejar os gastos com antecedência e escolher a melhor forma de pagamento para as transações são alguns dos cuidados que podem fazer com que seu orçamento não sofra um grande impacto com o câmbio.

Se sua empresa faz muitas viagens corporativas internacionais e você quer entender como essa taxa pode exercer um grande impacto sobre o seu budget, veja abaixo nossas dicas!

Comercial ou turismo?

Quando uma viagem é corporativa, qual cotação deve usada, comercial ou turismo? Cada tipo de moeda (seja dólar, euro, libra. etc) indica a natureza da operação que será feita com ela. Ou seja, a cotação comercial é usada em contratos de importação, exportação e outras negociações comerciais, já a turismo se refere à negociação da moeda para viagens em geral.

A cotação para turismo costuma ser maior que a comercial, pois quem determina a taxa de câmbio é o próprio mercado. A cotação comercial leva vantagem devido ao fato de movimentar quantias bem maiores que a turismo. 

Então, ao planejar a viagem internacional da sua empresa, fique de olho na cotação turismo para identificar a melhor oferta.

Acompanhe as variações cambiais

Antes de separar os custos para uma viagens corporativa internacional, ou até mesmo de aprová-la, é preciso avaliar as variações de câmbio. Afinal, uma viagem a negócios demanda um orçamento alto, e qualquer imprevisto por custar caro à empresa. Ninguém quer desperdiçar dinheiro que poderia ser otimizado, não é mesmo?

Para o acompanhamento das variações cambiais, conte com o site do Banco Central. Nele, você consegue acompanhar suas mudanças em tempo real, entre outras facilidades. O cálculo é feito a partir do tipo de operação, atividade-fim, moeda, forma e a quantia. Essa ferramenta pode ajudar bastante com o seu planejamento de gastos, mas lembre-se sempre de monitorar de perto essas oscilações.

Controle de custos

A variação de câmbio ocorre em função de uma série de fenômenos do mercado financeiro, e exige que as empresas se mantenham vigilantes para aproveitar os melhores momentos de negociações. É muito importante que seu planejamento de budget seja rigoroso, e que sua empresa conte com um sistema digital de gerenciamento de viagem. Assim você poderá gerir de perto os gastos dos seus colaboradores.

O acompanhamento de uma empresa de gerenciamento de viagens corporativas pode tornar esse processo  menos exaustivo, já que você poderá contar com sua rede de fornecedores e negociar valores em melhores condições. Além da experiência com bancos e corretoras, elas também possuem recursos para o gerenciamento de custos.

Países onde o real não é valorizado

Se o destino da viagem corporativa for um país onde o real está desvalorizado, o ideal é trocar aqui mesmo no Brasil a nossa moeda pelo dólar ou outra moeda forte no local. Oriente os viajantes a fazer o câmbio do dólar para a moeda local assim que chegar ao seu destino. Assim é possível minimizar a perda de dinheiro nessa transação.

Apenas destinos como Buenos Aires (Argentina), Montevidéu, Colonia del Sacramento e Punta del Leste (Uruguai), Santiago e Valparaíso (Chile) têm uma cotação vantajosa em reais.

Cartão de crédito ou dinheiro?

A melhor escolha sempre vai ser o dinheiro em espécie, mas fatores como segurança do viajante e praticidade para a empresa, tornam o uso dele inviável. É nossa hora que é preciso contar com o cartão de crédito internacional.

Além de ficar atento ao câmbio no período de fechamento da fatura, lembre-se sempre da tributação de IOF sobre os pagamentos realizados com cartão. Atualmente, o IOF equivale a 6,38% sobre a compra.

 

Quer ajuda para otimizar seu budget para viagens corporativas? Fale com a gente! Conte com especialistas da Casablanca Turismo para realizar todas as atividades necessárias que competem à sua missão empresarial. Ligue para a gente ou fale com nossos agentes.

Last modified: setembro 12, 2019

Comments are closed.